terça-feira, 3 de setembro de 2013

Esmaltes Vermelhos

Era uma vez, na China antiga, uma mulher que vivia de sua cerâmica. Quando a caravana do imperador passava por sua aldeia, ela lhe ofertou um lindo copo para vinho, de cor vermelha. O único que havia conseguido fazer, em toda sua vida. O imperador apreciou o presente e mandou-a fabricar outro igual. A ceramista tentou, muitas vezes, repetir o feito e falhou. Desesperada pelos sucessivos fracassos e vendo chegar ao fim o prazo que o imperador lhe dera, lançou-se ao forno, enquanto fazia sua última queima. Um dia, quando o forno foi aberto, uma linda peça, com um raro vermelho, foi encontrada. Deduziu-se então, que os ornamentos de metal que ela usava, como se confirmou mais tarde, deram à peça aquela cor. Daí, veio o uso do cobre nesses esmaltes.

2 comentários:

Celeste Capelini disse...

É a paixão que nos move mesmo! Parabéns por seu trabalho, achei muito lindo.

Celeste Capelini disse...

É a paixão que nos move mesmo! Parabéns por seu trabalho, achei muito lindo.